ONU confirma uso de armas químicas em ataque na Síria

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 17/09/2013 - 14h39

A missão de inspetores da ONU confirmou nesta segunda-feira (16/09) que o gás neurológico sarin foi usado em escala relativamente ampla em um ataque nos arredores de Damasco em 21 de agosto, informou nesta quarta-feira o secretário-geral da organização, Ban ki-moon, ao Conselho de Segurança em Nova York.

As armas não convencionais foram usadas na guerra civil de dois anos e meio da Síria. No entanto, o documento dos inspetores da ONU não especifica quem seria o responsável pela ação, já que a missão só estava encarregada de verificar se armas químicas foram usadas e quais agentes foram empregados.

Segundo os EUA, o gás sarin foi usado pelas forças de Bashar-al-Assad, deixando mais de 1,4 mil mortos, incluindo centenas de crianças. Mas as agências de inteligência da França e do Reino Unido, bem como a organização Médicos Sem Fronteiras, apontam um número bem menor de mortos.


Leia mais em Último Segundo:

Painel da ONU investiga 14 suspeitas de uso de armas químicas na Síria

Palavras-chave: síria , armas químicas , arma química , onu , intervenção , militar , nações unidas , barack obama , obama , rússia , vladimir putin , putin , zoomin , onu , relatório ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos