Operação de resgate prossegue em local de avalanche no Paquistão

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 09/04/2012 - 14h36

O chefe do exército paquistanês visita o local da avalanche que soterrou 139 pessoas.


Ao menos 124 soldados paquistaneses e onze civis foram soterrados neste sábado (07/04), depois que uma avalanche atingiu uma base militar em uma geleira do Himalaia, na fronteira com a Índia.


Helicópteros, cães farejadores e tropas foram designados para a remota geleira de Siachen em uma missão de resgate. Porta-voz do exército, o general Athar Abbas disse não saber se havia sobreviventes.


Siachen fica no extremo norte da dividida região da Caxemira, reivindicada pela Índia e pelo Paquistão. Os dois países têm milhares tropas na área, que enfrentam temperaturas baixas, mal-estar de altitude e fortes ventos.


Em um comunicado, o primeiro-ministro paquistanês, Yousuf Raza Gilani, expressou choque em relação ao incidente, que, segundo ele, "não prejudicaria em nada a moral elevada dos soldados e oficiais."


Leia mais notícias do Brasil e do mundo em Último Segundo.

Palavras-chave: paquistanês , vítimas , morte , reuters , soldados , primeiro-ministro , soterramento , exército , base militar , soterrados , neve , militares , soldado , divisa , paquistão , militar , mortes , vítima , avalanche , chefe , sobreviventes , paquistaneses , vítimas ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos