Paramilitares colombianos detidos na Venezuela teriam Maduro como alvo

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 11/06/2013 - 09h16

O governo venezuelano informou nesta segunda-feira (10/06) a detenção de nove pessoas supostamente vinculadas com dois grupos paramilitares colombianos que realizariam "uma missão em Caracas", que, as autoridades não descartam, poderia ter sido um atentado contra o presidente Nicolás Maduro.

"Tudo isto pode indubitavelmente ser parte de um plano que está sendo orquestrado de lá (na Colômbia) para atentar contra a vida de nosso presidente e contra a estabilidade do governo bolivariano", indicou o ministro do Interior, Miguel Rodríguez Torres, em uma declaração à imprensa.

O ministro afirmou que o primeiro grupo está vinculado com o bando de origem paramilitar "Los Rastrojos" e o segundo responderia ao também colombiano "Chepe Barrera", enquanto um terceiro grupo poderia encontrar-se na capital do país para cumprir o objetivo, que os detidos disseram desconhecer qual seria.

Leia mais em Último Segundo.


Palavras-chave: nicolás maduro , venezuela , grupos , governo , paramilitares , ministro , presidente , atentado , planejamento , zoomin ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos