Pastor é preso em Cingapura acusado de desviar R$ 38 milhões

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 28/06/2012 - 12h35

Kong Hee pastor fundador da megaigreja City Harvest (Colheita na Cidade) foi preso pela polícia de Cingapura nesta terça-feira juntamente com outros quatro líderes de sua congregação.


O pastor adjunto John Tan Ye Peng, além dos líderes de ministério Lam Leng Hung, Tan Shao Yuen Sharon, são acusado de terem desviado pelo menos US$ 18 milhões (o equivalente a R$ 38 milhões) dos fundos da igreja.


Eles responderão por violação criminosa de confiança e falsificação das contas da igreja. Também foi preso Chew Eng Han, que atuava como diretor da AMAC Capital Partners Pte Ltd, um braço da igreja que operava no mercado de investimentos.


Eles já foram soltos após pagar fiança, mas terão de se reapresentar no tribunal para se defenderem. De acordo com uma declaração do Comissário de Caridades (COC) de Cingapura, acredita-se que os fundos desviados foram usados para financiar a carreira musical da esposa do pastor Kong Hee, a cantora pop Ho Yeow Sun.


Leia mais notícias do Brasil e do Mundo no Último Segundo.

Palavras-chave: fundos , , financiamento , cantora , igreja , prisão , pastor , riqueza , reuters , carreira , Cingapura , mulher , dinheiro , Kong Hee ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos