Policial ex-refém das Farc viaja a Bogotá para reencontrar família

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 28/11/2011 - 11h35

O sargento da polícia Luis Alberto Erazo, refém das Farc durante 12 anos e que no sábado (26/11) escapou com vida do confronto entre a guerrilha e as forças militares, chegou neste domingo (27/11) a Bogotá para se reunir com sua família.


Erazo, 40 anos, chegou ao aeroporto militar de Bogotá em uma pequena aeronave e imediatamente embarcou em uma ambulância que o levou ao hospital da polícia, onde aguardam sua companheira Elvira e sua filha Gisela, de 16 anos.


O militar sofreu ferimentos no rosto por granadas lançadas por guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc, comunistas), quando, no início dos combates de sábado, escapou de seus captores e entrou na floresta do município de Solano, no departamento de Caquetá (sul).


Após os combates, os militares encontraram os corpos de outros quatro reféns das Farc, três policiais e um militar, assassinados por seus captores, de acordo com o ministro da Defesa, Juan Carlos Pinzón.


Os corpos dos três policiais e do sargento do Exército José Libio Martínez, que com quase 14 anos de cativeiro era o refém mais antigo da Colômbia, também serão levados neste domingo a Bogotá para a necropsia.


Leia mais notícias do Brasil e do mundo em Último Segundo.

Palavras-chave: Bogotá , reféns , Reuters , ex-reféns , médico , guerrilha , Colômbia , polícia , policial , hsopital , libertação , família , confronto , Farc , médicos ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos