Porto argentino se nega a receber navios britânicos

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 28/02/2012 - 14h51

Dois navios britânicos foram proibidos de ancorar em Ushuaia, cidade do extremo sul da Argentina. O porto argentino está acostumada a receber transatlânticos, mas por causa da disputa com o Reino Unido pelas ilhas Malvinas (chamadas de Falklands pelos súditos da rainha Elisabeth II), as embarcações britânicas vão ter de procurar por outro lugar.


Nestor Aguilar, morador de Ushuaia, defende a proibição e diz que até que a posse das ilhas - cujos dois países entraram em guerra em 1982 - não seja definida, navios do Reino Unido devem continuar a serem proibidos de usar o porto. Aguilar é veterano da guerra insular.


O Star Princess é uma das embarcações proibidas de ancorar em Ushuaia - o outro é o Adônis.


Com a aproximação do 30º aniversário do conflito, as tensões crescem. O Reino Unido se recusa a negociar a soberania das ilhas com a Argentina, a menos que os seus habitantes sejam favoráveis a uma conversação entre os dois países.


Leia mais notícias sobre o Brasil e o mundo em Último Segundo.

Palavras-chave: Reino Unido , britânicos , Ushuaia , Argentina , proibição , Inglaterra , navio , porto , conflito , argentinos , Malvinas , ilhas Malvinas , navios , conflito bélico , disputa , Falklands , embarcações , Reuters , guerra , guerra das Malvinas ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos