Prefeito de cidade japonesa defende escravidão sexual durante 2ª Guerra

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 14/05/2013 - 14h37

Nesta segunda-feira (13/05), Toru Hashimoto, prefeito da cidade japonesa de Osaka, disse que a prostituição forçada de asiáticas pelo exército japonês durante a II Guerra Mundial foi necessária para "manter a disciplina" e proporcionar descanso para os soldados que arriscaram suas vidas nas batalhas. 

Leia mais notícias do Brasil e do mundo em Último Segundo.

Palavras-chave: japão , japonês , japoneses , japonesa , japonesas , toru hashimoto , prostituição , prostitutas , asiática , asiático , disciplina , soldados , soldado , exército , prefeito , prefeitura , segunda guerra mundial , segunda guerra , prostitutas , zoomin ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos