Princesa saudita é acusada de escravizar empregada na Califórnia

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 12/07/2013 - 13h32

Uma princesa saudita foi considerada culpada de tráfico humano na Califórnia, por ter feito uma queniana trabalhar em condições abusivas e lhe ter confiscado o passaporte, anunciaram hoje, (12/07) autoridades norte-americanas.

Meshael Alayban, de 42 anos, uma das seis esposas de um neto do rei Abdallah, da Arábia Saudita, foi detida em Irvine na quarta-feira (10/07). Ela teve de entregar o seu passaporte às autoridades dos EUA e será 

Palavras-chave: reuters , escravidão , emprego , trabalho , califórnia , estados unidos , saudita , princesa , família , palácio , rei , quênia , arábia saudita ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos