Segurança redobrada do presidente do Equador

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 16/10/2010 - 04h46

A segurança do presidente do Equador, Rafael Correa, foi redobrada e está a cargo de militares, após a rebelião policial do dia 30 de setembro que se revelou como uma tentativa de golpe de Estado e assassinato. Correa denunciou uma tentativa de homicídio durante a operação militar que o resgatou de um hospital, onde ficou preso por policiais por várias horas, como parte da revolta contra uma lei que eliminou bonificações para a força pública.

Palavras-chave: presidente , rafael correa , equador , golpe de estado , homicidio ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos