Soldados norte-americanos adotam cães de rua no Afeganistão

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 07/05/2012 - 14h37

Os efeitos emocionais e físicos da guerra do Afeganistão não são sentidos apenas pelos soldados e residentes em Cabul, capital afegã.


Os cães também sofrem com o dia a dia dos conflitos. Por isso, alguns soldados americanos estão adotando os animais que ajudaram a resgatar, alguns feridos ou que foram abandonados.


"Os cães passaram por um estresse pós-traumático e os soldados que os adotaram estão conscientes disso e sabem lidar com a questão", disse o inglês Pen Farthing, fundador do Nowzad, abrigo para animais em Cabul.


Farthing é um ex-soldado e ele mesmo adotou um cão no Afeganistão, em 2006. O abrigo leva o nome do animal. Depois da experiência, ele decidiu criar o abrigo, onde cães e gatos são vacinados e tratados antes de deixarem o país.


Desde que foi criado o local já abrigou cerca de 330 cachorros, adotados, em sua maioria, por solados britânicos e americanos. África do Sul, Austrália, Canadá e Holanda também são outros destinos frequentes dos animais.

Palavras-chave: cães , amigos , soldados , guerra , Americanos , Afeganistão , adoção , instituição , britânicos , cachorro ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos