Suposta namorada de infância do papa fala sobre relacionamento com argentino

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 15/03/2013 - 12h46

Uma suposta namorada de infância de Jorge Mario Bergoglio, atual Papa Francisco I, falou sobre o romance que teve com o argentino. Amalia, uma vizinha do bairro de Flores, em Buenos Aires, disse que o novo papa poderia ter subido ao altar não como sacerdote, mas como seu noivo. Os dois tinham apenas 12 anos quando se conheceram. Além de um pedido de casamento formal, rejeitado pela mulher, o garoto desenhou uma casa com a seguinte mensagem: "Esta é a casa que te vou comprar quando nos casarmos”.

 

"Não respondi a carta. Meu pai me deu uma surra porque eu me atrevia a ler a carta de um menino e fez todo o possível para nos separar. Depois disso, eu nunca mais o vi", lembrou. Emocionada, Amalia, agora com 76 anos, disse ainda que o romance não prosperou devido à oposição dos pais dela: "Quando isso aconteceu, eu disse a Jorge que não se aproximasse porque meu pai ia me matar". Bergoglio entrou para a Companhia de Jesus aos 19 anos e foi ordenado padre um ano depois. Jesuíta e arcebispo de Buenos Aires desde 1998, o argentino se tornou na quarta-feira (13/03), o pontífice número 266 da Igreja Católica. Ele sucede o agora Papa Emérito Bento XVI, que renunciou no dia 28 de fevereiro de 2013.

 

Leia tudo sobre o novo papa no Último Segundo.

Palavras-chave: argentina , Amália , ex-namorada , infância , Buenos Aires , Argentina , relacionamento , argentino , Papa Francisco I , Jorge Bergoglio , papa , pontífice , ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos