Suspeito do atentado de Woolwich já foi preso no Quênia

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 27/05/2013 - 12h40

Michael Adebolajo, suspeito que aparece com as mãos sujas de sangue no vídeo do assassinato do militar britânico Lee Rigby, já foi preso no Quênia em 2010.

Segundo fontes da agência Reuters, ele era suspeito de ter sido recrutado para servir e treinar com o grupo extremista al-Shabaab, que atua no norte da África. Inicialmente, autoridades quenianas negaram a visita de Adebolajo ao país. 

O suspeito aparece em um vídeo no tribunal no Quênia em 2010, onde argumenta sobre sua liberdade e inocência. 

Leia mais notícias do Brasil e do mundo em Último Segundo. 

Palavras-chave: reuters , Michael Adebolajo , suspeito , atentado , londres , al-Shabaab , áfrica , quênia , Inglaterra , reino unido , morte , assassinato , soldado britânico ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos