Usina de Hamaoka suspende atividades no Japão

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 14/05/2011 - 14h53

A usina nuclear de Hamaoka deixou de funcionar neste sábado a pedido das autoridades de Tóquio, diante do grande risco de terremoto da região onde se localiza, algo que aumenta os problemas energéticos do Japão a pouco mais de um mês da chegada do verão no Hemisfério Norte.


Embora situada longe da zona devastada pelo grande terremoto do dia 11 de março, a central de Hamaoka fica em uma área de alta atividade sísmica, onde é alta a probabilidade de ocorrer um terremoto de até 8 graus de magnitude pela escala Richter nos próximos 30 anos.


Por isso, a pedido do Governo japonês, que busca evitar um novo acidente nuclear como o de Fukushima, a empresa Chubu Electric, que administra o complexo atômico de Hamaoka, determinou neste sábado a paralisação do último dos dois reatores que estavam operacionais na usina.


Leia mais no Último Segundo:


Trabalhador de Fukushima morre após perder consciência

Palavras-chave: suspensão , atividades , Fukushima , Tóquio , terremoto , usina nuclear , usina , reator , energia , Japão , tsunami , acidente nuclear , riscos , Hamaoka ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos