Vídeo mostra momento em que polícia sul-africana abre fogo e mata grevistas

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo | 17/08/2012 - 12h27

A polícia sul-africana abriu fogo contra mineiros em greve e matou mais de 30 na última quinta-feira (16/08), em um dos piores episódios de violência no país desde o fim do regime do apartheid (1948-1994).


Os mineiros, que estavam armados com paus e facões, pediam aumentos salariais e organizavam um protesto, em uma mina a 200 km de Johannesburgo.


As tensões vinham crescendo nas últimas semanas, com confrontos entre sindicatos grevistas rivais. Dez pessoas, entre grevistas e policiais, já haviam sido mortas. Mas os enfrentamentos de quinta-feira ganharam contornos de massacre.


Primeiro, os policiais tentaram dispersar os grevistas com gás lacrimogêneo e jatos d'água. Segundo jornalistas que presenciaram a cena, isso afastou alguns mineiros. Mas, quando um grupo deles começou a correr em direção à polícia, os policiais abriram fogo com metralhadoras.


Cenas de enfrentamento desse tipo envolvendo a polícia não eram vistas no país desde a época do regime de segregação racial.


Leia mais em Último Segundo:


Vídeo mostra momento em que polícia sul-africana abre fogo e mata grevistas

Palavras-chave: sul-africanos , polícia , manifestantes , confronto , sindicato , manifestação , mortos , sindicatos , construção civil , polícia , policiais , trabalhadores , áfrica do sul , confrontos , sindicalistas , reuters , mineradores ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos