'Quem vai aguentar ser pisado por cavalos e não reagir?' questiona indígena

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Política | 30/05/2014 - 11h24

Após mais de 40 minutos de reunião com representantes de povos indígenas, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), se comprometeu a só colocar a PEC 215 em votação caso haja consenso na Casa.
À imprensa, uma das lideranças indígenas presentes, Sônia Guajajara, comentou a reunião e respondeu às críticas sobre o uso de flechas em policiais, durante manifestação realizada na última terça-feira em frente ao Estádio Mané Garrincha, que receberá a Copa do Mundo em Brasília.“Houve uma inversão da notícia por parte da mídia. Nós tínhamos um acordo do movimento com a polícia de que iríamos até o estádio e, antes de chegarmos, a polícia partiu para cima com a cavalaria”, afirmou a liderança Guajajara. “Quem é que vai aguentar ser pisado por cavalos e não reagir. Já chega de ser pisoteado. Não fomos nós que provocamos a violência, foi uma reação”, completou.

Palavras-chave: política , indígena ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos