´Se teu negócio é amor homossexual, assuma`, diz Bolsonaro em nova grosseria contra Dilma

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Política | 24/11/2011 - 17h35

O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) criou nova polêmica na Câmara dos Deputados nesta quinta-feira (24/11) ao criticar o Kit Anti-Homofobia e questionar a sexualidade da presidenta Dilma Rousseff em discurso no plenário.


"O kit gay não foi sepultado ainda. Dilma Rousseff, pare de mentir. Se gosta de homossexual, assume. Se o teu negócio é amor com homossexual, assuma. Mas não deixe que essa covardia entre nas escolas de 1º grau", afirmou Bolsonaro.


Em conversa por telefone com a reportagem, Bolsonaro afirmou que não era sua intenção questionar a sexualidade da presidenta da República. "Não me interessa a opção sexual dela, eu só não quero que esse material vá para a escola".


Ele afirmou que estava falando do amor de Dilma com a "causa homossexual". Chegou a comemorar e disse que a polêmica criada em cima da declaração era positiva. "Uma frase equivocada está ajudando a levantar o mérito da discussão".


*Com a Agência Estado.


Leia mais em Último Segundo:


Bolsonaro troca debate por calúnia sobre sexualidade de Dilma

Palavras-chave: homossexual , dilma rousseff , bolsonaro , dilma , câmara dos deputados , presidenta , deputado , discurso , câmara , presidente , kit gay , kit anti-homofobia , jair bolsonaro , polêmica ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos