Sessão de câmara no interior de SP termina em pancadaria

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Política | 27/03/2012 - 11h42

Uma sessão da Câmara Municipal de Itatinga, no interior de São Paulo, terminou em socos e pontapés na noite de segunda-feira. Os vereadores Júlio Fogaça (PT) e Antônio dos Santos Barbosa (PP), conhecido como Quati, se agrediram após tumulto provocado por denúncias realizadas contra o prefeito.


De acordo com a Câmara Municipal, Fogaça fez uma denúncia contra o prefeito de Itatinga, Ailton Fernandes Faria (PSDB). Colocada em votação, os vereadores decidiram, por 4 a 3, rejeitar a denúncia e não prosseguir com uma investigação.


Em seguida, um cidadão fez uma segunda denúncia contra Fogaça, que, novamente, foi rejeitada por 4 a 3. Os presentes na Câmara - cerca de 150 pessoas - provocaram um tumulto, forçando o presidente da Câmara, José Rosa dos Santos (PSDB), a suspender a sessão.


Fogaça decidiu, então, conversar com Quati fora dos microfones, com a sessão já suspensa, quando este empurra o petista, que revida. Outro vereador, Marcos Feliciano (PMDB) tenta apartar os colegas e acaba se envolvendo na pancadaria.


A briga só foi contida quando os policiais militares presentes apartaram. Segundo a Câmara Municipal, ninguém ficou gravemente ferido.


Leia mais sobre a confusão no Último Segundo:


- Sessão de câmara no interior de SP termina em pancadaria



Palavras-chave: vereadores , soco , interior , parlamentares , prefeito , polícia , plenário , câmara dos vereadores , denúncia , município , são paulo , câmara , parlamentar , pm , cidade , agressão , itatinga , júlio fogaça , briga , marcos feliciano , socos ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos