Vaccarezza diz não ver incoerência em flexibilização de regras para criar partidos

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Política | 16/10/2013 - 13h48

Coordenador do grupo de trabalho da reforma política na Câmara dos Deputados, Cândido Vaccarezza (PT-SP) afirma não ver nenhuma incoerência entre a flexibilização para a criação de novos partidos proposta na Casa e a votação no Senado do projeto que dificulta o nascimento de novas legendas.

O Senado aprovou o texto da proposta que acaba com a portabilidade do tempo de TV e de verbas do fundo partidário. Antes, parlamentares que mudassem para novos partidos carregavam consigo tanto o tempo de TV quanto o equivalente de verbas do fundo.

Há certo consenso de que tal medida dificulta a criação de novos partidos.Vaccarezza diz discordar e declarou que o que vale é o voto do eleitor na construção dos novos partidos. O petista também defendeu que siglas que atendam aos novos requisitos têm legitimidade de nascer.

Palavras-chave: vaccarezza , incoerência , flexibilização , regras , partidos , partido , criação , político , senado , projeto , portabilidade ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos