Estudos apontam `pandemia de obesidade´

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Saúde | 04/02/2011 - 17h57

Mais de 10% da população mundial é obesa, o dobro do que foi registrado em 1980, segundo uma série de estudos publicados na última edição da revista médica "The Lancet".

As pesquisas, realizadas com o objetivo de identificar fatores de risco nas doenças coronárias, apontam uma "pandemia de obesidade" como consequência de vários países se adaptarem ao modo de vida ocidental.

As pesquisas ainda indicam que a incidência é maior entre o sexo feminino. As maiores taxas de obesidade do mundo foram registradas nas ilhas do Pacífico.

Entre os países ricos, os EUA continuam ocupando o primeiro posto nas nações com população mais obesa.

Os recentes estudos também trouxeram outras conclusões. Problemas como obesidade, colesterol alto e hipertensão não são mais exclusivos de países desenvolvidos.

Apesar dos dados alarmantes, os médicos que participaram das pesquisas acreditam que a situação pode ser revertida com políticas eficazes de saúde pública e mudanças dos estilos de vida das pessoas.

Leia mais sobre obsesidade em iG Saúde:

Número de cirurgias de redução de estômago cresce 500% em 10 anos

ACOMPANHE AS NOVIDADES DA TViG PELO TWITTER: http://twitter.com/tvig



Palavras-chave: obesidade , hipertensão , The Lancet , estudos , pesquisas , colesterol ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos