Misteriosa epidemia assola cortadores de cana na Nicarágua

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Saúde | 02/01/2012 - 14h54

Uma epidemia misteriosa está assolando os cortadores de cana da América Central e já matou mais homens do que o vírus HIV e a diabetes juntos.


A doença renal matou tantos trabalhadores nesta região que os moradores já passaram a chamar La Isla (A Ilha) de La Isla de las Viudas (A Ilha das Viúvas).


A doença não se limita à Nicarágua. Há inúmeros casos registrados em seis países da América Central, situados na região costeira do Oceano Pacífico.


As causas da epidemia ainda permanecem desconhecidas, mas a teoria mais recente é de que as vítimas estariam, literalmente, trabalhando até a morte.


Veja os sintomas, o tratamento e como prevenir as doenças na Enciclopédia da Saúde.


Palavras-chave: cana , morte , doença , cana , plantação , cana-de-açúcar , El Salvador , saúde , Nicarágua , rins , América Central , hospital , vítima , canavial , HIV , agricultura , vítimas , falência , Reuters , renal , diabetes , La Isla , epidemia , cortador de cana , tratamento , doença renal , rim ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos