Síndrome do pânico é vista com preconceito em algumas empresas

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Saúde | 26/05/2011 - 21h17

Muitas empresas não sabem como lidar com o medo no ambiente de trabalho. A síndrome do pânico é vista com preconceito por alguns empregadores, que não admitem que os funcionários se afastem para tratar o problema.


Entretanto, a visão não é geral. Para manter a produtividade e não perder nenhum talento, algumas companhias contam com programas que têm como objetivo cuidar da saúde mental do funcionário.


Leia mais notícias em iG Saúde.


Palavras-chave: empresas , pânico , saúde , mercado de trabalho , preconceito , funcionários , empregados , band , trabalho , síndrome do pânico , saúde mental ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos