Microsoft desmente roubo de celular

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Tecnologia | 20/02/2009 - 10h08

Após a suspeita de que o novo software da Microsoft para celulares, Windows Mobile 6.5, que ainda não saiu no mercado, poderia estar em mãos desconhecidas, depois que um telefone programado com o software desapareceu, a suposição foi desmentida por representantes da Microsoft na Espanha.

A suspeita havia sido levantada pelo jornal australiano "The Daily Telegraph".
O porta-voz da Microsoft na Espanha, Ivan Lozano, disse que o novo software "não dá acesso à réplica do código fonte", e por isso não faz sentido pensar em uma trama de espionagem industrial, suposição que havia sido levantada pela publicação.

De acordo com o jornal, o aparelho que o presidente da empresa australiana Telstra, Sol Trujillo, estava utilizando foi roubado. Ele tinha recebido o novo telefone para testar o programa no Mobile World Congress em Barcelona. O porta-voz da companhia australiana se negou a confirmar se o celular foi roubado ou perdido.

Palavras-chave: roubo , espionagem , software , celular , microsoft , industrial , windows , mobile , windows mobile , tecnologia ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos