Zoo argentino é acusado de nazismo

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Mundo Animal | 06/01/2015 - 14h18

Sandra, a orangotango nascida há 29 anos em um zoológico da Alemanha e residente, há mais de 20, em um zoo de Buenos Aires, recebeu em dezembro de 2014 da justiça argentina direitos em defesa de sua liberdade.

Em um caso inédito, a Câmara de Cassação Penal de Buenos Aires decidiu que, embora a orangotango não seja um ser humano, ela tem sentimentos e, por isso, a ela se pode aplicar um habeas corpus para que possa viver com mais liberdade.

A Associação de Funcionários e Defensores dos Direitos dos Animais (AFADA) interpôs uma ação para que a orangotango fosse libertada: "Ela é uma pessoa não humana, pois mantém laços afetivos, raciocina, sente, se frustra com o confinamento, toma decisões, possui autoconsciência e percepção do tempo, chora as perdas, aprende, se comunica e é capaz de transmitir o que aprendeu".

Leia mais notícias do Brasil e do mundo em Último Segundo.

Palavras-chave: orangotango , zoo , argentina , sandra , liberdade , habeas corpus , nazismo , mundo animal , animal , animais , bichos , bicho , vídeo da internet , vídeos da internet , vídeo viral , vídeos virais , vídeo , viral , virais , zoomin ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos