Síndrome de Down com independência

enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios
Variedades | 06/09/2012 - 16h40

Mônica Santos tem 27 anos e síndrome de Down. Mas isso não impede que ela mantenha uma rotina com estudos, trabalho e lazer.


O dia de Monica começa cedo. Ela perdeu a mãe quando tinha apenas 5 anos e com a ajuda da irmã mais velha, Jacqueline, aprendeu a se cuidar sozinha desde cedo.


Monica está de emprego novo. Depois de trabalhar em uma farmácia, conseguiu trabalho como assistente administrativa em uma empresa de produtos hospitalares. A rotina ficou mais tranquila e o guarda-roupa mais formal.


A jovem dá conta da própria rotina: escolhe a roupa para o dia seguinte, se arruma, se maquia, prepara o café da manhã e a marmita que leva para o almoço. Como a cunhada, Aparecida, trabalha perto da escola de Monica, elas costumam ir juntas.


Elas saem às 7 horas de casa, no Capão Redondo. São 3 conduções, muitas vezes lotadas, até a escola onde Monica estuda, no Campo Belo. Depois de almoçar, ela vai para o trabalho, no Socorro, e volta sozinha para casa no fim do dia. Uma vez por semana, ela ainda pratica esportes.


Monica conquistou aos poucos sua autonomia. Hoje, se deslocar ou cuidar do bem estar pessoal faz parte da rotina.


Mas durante o aprendizado houve sustos, como quando Monica se perdeu, mas conseguiu descobrir sozinha o caminho de volta para casa.


Leia também no Delas:


“Tenho síndrome de Down e cuido da minha própria vida”

Palavras-chave: doença , monica santos , down , independência , são paulo , paulista , ônibus , paulistana , rotina , trabalho , síndrome de down , manhã , síndrome ,

Gostou?

VIDEOS RELACIONADOS

Ver todos